terça-feira, 12 de março de 2013


Cavalo Campolina será destaque em
Esmeraldas, Minas Gerais

Criadores em várias partes do Brasil já confirmaram presença na II Exposição do Cavalo Campolina de Esmeradas, na região metropolitana de Belo Horizonte (MG). O evento ocorre entre os dias 20 e 24 de março e reunirá cerca de 120 animais na pista de julgamento. A programação conta com atrações variadas para a comunidade, como exposições de artesanatos, pássaros ornamentais, orquídeas e uma apresentação do canil da Polícia Militar de Minas Gerais.

"Neste ano, mais que nunca, queremos resgatar pequenos criadores e usuários. Para tanto, em chamariz será a realização de um shopping de animais de seleção e também de lazer. Para comprovar que, além de belo, o Campolina é funcional e cômodo, faremos um enduro equestre, com provas dentro e fora do parque de exposições", afirma Edésio Drumond Abreu, sócio do Núcleo dos Criadores do Cavalo Campolina Grande BH, responsável pela organização.

A disputa na pista será ranqueada pela Associação Brasileira dos Criadores de Cavalo Campolina (ABCCCampolina), o que deve tornar o julgamento muito disputado. A região deve participar em peso pelo papel de destaque que representa na criação. Segundo estimativa da entidade, existem 100 associados e um plantel de aproximadamente 2.000 animais num raio de 50 km. "Só no município de Esmeraldas são 15 criadores e 400 animais, entre potros, éguas, garanhões e castrados de renome nacional. Muitos deles campeões e campeãs em várias mostras”, estima o dirigente.

O Campolina foi introduzindo em Esmeraldas na década de 70, pelos criadores Elvécio Costa e Heitor Lambertucci, dois visionários que abriram mercado na região, ressaltando a beleza e o andamento marchado desse incrível cavalo de sela. Hoje, toda a comunidade reconhece o Campolina como a raça marchadora principal, tanto é que, durante a exposição, um concurso de redação será realizado nas escolas municipais. O tema é "Por que quero ter um cavalo Campolina" e o primeiro colocado será premiado com um tablet. A mostra surgiu de um sonho antigo, que saiu do papel no ano passado, quando conseguimos reunir 90 animais em exposição. O público compareceu em peso e neste ano esperamos um volume maior de visitantes.

"É realmente uma raça na região, tanto que defendemos esforçamos a permanência dessa exposição no calendário oficial da raça. Contamos com grande ajuda da comunidade, através da prefeitura, dos sindicatos e de toda a população, que abraçou o Campolina", conta Renato Tolentino, pres. do núcleo de criadores.

Exposição marca novidades no julgamento
Os julgamentos da raça começam na quinta-feira, dia 20, e vão até do domingo, com a disputa do Grande Campeonato. A comissão de jurados ainda não foi definida, mas novidades serão conferidas pelos criadores participantes. A partir deste mês, a raça passa a ser julgada por seis árbitros, três responsáveis pela morfologia e o restante pelo andamento marchado. Tal iniciativa permitirá uma evolução mais apurada das características desejáveis no Campolina e permitirá ao criador entender quais critérios foram avaliados na pontuação dos animais. Isso porque o voto será individual e será mostrado em telões instalados nas intermediações da pista.

sábado, 9 de março de 2013


Leilão Virtual Top Leite Novilhas Gir Villefort
Em 28 de março (quinta-feira), às 20h15 (horário de Brasília), o Leilão Virtual Top Leite Novilhas Gir Villefort colocará em oferta, pelo AgroCanal, 60 fêmeas, entre novilhas e bezerras Gir Leiteiro PO, e mais 03 touros de repasse. O evento é oficializado pelo Pró-Genética, do Governo de Minas, e será organizado pela Nova Sat Leilões. A promoção é do criatório Guzerá Villefort, que tem na base de seu plantel animais adquiridos nos principais criatórios brasileiros. Essa genética foi amplamente multiplicada a partir de acasalamentos com os melhores reprodutores da atualidade, com a proposta de oferecer ao mercado uma genética moderna e funcional. Haverá facilidade de pagamento e comodidade no frete, que pode ser gratuíto dependendo do local de entrega ou volume de animais adquiridos. Informações: (31) 3627-1145
AGENDE-SE

Leilão Virtual Top Leite Novilhas Gir Villefort
Data: 28 de março 2013 – quinta-feira
Horário: 20:15:00h. (Horário de Brasília)
Oferta: 60 novilhas e Bezerras Gir Leiteiro
Transmissão: Agrocanal
Leiloeira: Nova Sat Leilões

ATENDIMENTO À IMPRENSA
Pec Press® - Imprensa Agropecuária
Adilson Rodrigues – Jornalista Responsável (Mtb 52.769)
Robson Rodrigues – Coordenação e Atendimento
Telefones: (11) 3876-8648 / (11) 8642-8773

Pernambuco recebe III Exposição Brasileira do Cavalo Campolina

Começou em 6 de março no Parque de Exposição do Cordeiro, em Recife (PE), a III Exposição Brasileira do Cavalo Campolina, que reúne mais de 200 animais de várias partes do País. A programação prevê a realização de provas de marcha, cavalgadas, julgamentos e também o Leilão Griffe Campolina Brasil, que agendado para sexta-feira, 8 de março, a partir das 19h, com transmissão pelo Canal Terraviva. Compõem a oferta os quatro melhores exemplares de cada tropa dos promotores e convidados, desde animais de passeio e potros de pista a garanhões e éguas.

A exposição é aberta ao público e as expectativas são as melhores possíveis, dado o acelerado crescimento do Campolina na região Nordeste, especialmente em Pernambuco, que tornou-se polo importante de criação. "Trata-se de um animal que agrada não só pela beleza, mas também pelo aspecto funcional. É um marchador de primeira, ideal para passeio e serviço. Sua docilidade vem do berço, é fácil de adestrar e aguenta cavalgadas longas e muito confortáveis. Há seis anos contávamos com apenas dez criadores no Estado, hoje já são mais de quarenta", afirma o criador Ademar Rigueira, presidente da Associação Nordestina dos Criadores de Cavalo Campolina.

Na solenidade de abertura, houve uma apresentação de gala da Cavalaria da Polícia Militar de Pernambuco e também o hasteamento das bandeiras do Brasil, de Pernambuco e do Campolina. São esperados criadores de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Bahia, Pernambuco, Alagoas, Paraíba e Ceará, cada um trazendo seus melhores animais", diz.

Exposição marca novidades no julgamento
Primeiro grande evento no calendário da raça, a Brasileira marca uma nova era nos julgamentos, que agora passam a ser comandados por seis árbitros. Três serão responsáveis pela morfologia e o restante pelo andamento dos animais. "Antes, os julgamentos eram realizados por apenas três juízes e o voto era em consenso, ou seja, eles se interagiam para pontuar os animais. Agora, cada um dará uma nota, mostrada simultaneamente em dois telões instalados na arquibancada", comenta Rigueira.

As avaliações serão divididas em três categorias: a convencional, na qual são premiados os cavalos de melhor andamento, independentemente do tipo de marcha, seja batida ou picada; uma só para marcha picada, característica desejável para o Campolina e um atrativo ao usuário; e o marchador de pelagem pampa, cujo quesito é a majestade.

Fazem parte da bancada arbitrária os juízes Jorge Eduardo Lucena, André Luiz Ferreira Silva, Paulo Renato Pereira Tavares, Paulo Tavares Ribeiro, André Fleury Azevedo Costa e Guilherme Zagnoli de Jesus. Os três primeiros julgarão a morfologia e o restante o andamento. "São quatro mineiros, um paulista e um pernambucano, uma mescla de árbitros experientes e calouros. O pernambucano Jorge Lucena será uma atração à parte, pelo vasto conhecimento que possui sobre a raça. Foi oito vezes juiz da Nacional e certamente é um dos melhores jurados de morfologia no Brasil", elogia Rigueira, ressaltando que esse novo modelo será fundamental à evolução do Campolina e dará um melhor direcionamento ao criador, que passa entender com maior clareza os critérios utilizados na pontuação de seus animais.

INFORMAÇÕES
ABCCCampolina - Ass. Bras. dos Criadores de Cavalo Campolina
Telefone: (31) 3372-7478
E-mail: campolina@campolina.org.br
Site: www.campolina.org.br

ATENDIMENTO À IMPRENSA
Pec Press® - Imprensa Agropecuária
Adilson Rodrigues – Jornalista Responsável (Mtb 52.769)
Robson Rodrigues – Coordenação e Atendimento
Telefones: (11) 3876-8648 / (11) 8642-8773